Minha Pálpebra Treme. O que fazer?

Espasmos e tiques na pálpebra são muito comuns. Normalmente, apenas a pálpebra inferior de um olho é atingida, porém a pálpebra superior também pode se contrair. A maioria dos espasmos oculares vêm e vão, mas às vezes podem durar semanas ou mesmo meses.
 
Quase todas as contrações súbitas das pálpebras são benignas, significando que a condição não é grave ou sinal de um problema médico. Estes tremores são indolores e inofensivos, mas podem incomodar. 
 
Em geral, algumas questões relacionadas ao estilo de vida podem ajudar a determinar a provável causa e a melhor maneira de fazê-los pararem.
 
Os espasmos podem ocorrer sem qualquer causa identificável, e por raramente serem um sinal de problema grave, a causa não é investigada. No entanto, os espasmos palpebrais podem ser causados ​​ou agravados por:
 
- Stress
Cansaço
Tensão ocular
Cafeína
Álcool ou tabaco
Olhos secos
Desequilíbrios nutricionais
Alergias
Efeitos colaterais da medicação
 
Tratamento
 
Não existe uma receita médica para tratar o problema. Na maioria dos casos, os tremores desaparecem por conta própria, sem a necessidade de tratamento.
 
Certifique-se de descansar o suficiente e reduzir o álcool, tabaco e cafeína. Se os olhos secos ou irritados forem uma possível causa, o uso de lágrimas artificiais pode muitas vezes aliviar o incômodo.
 
Quando considerar os espasmos como uma emergência?
 
As contrações da pálpebra raramente são graves o suficiente para exigir tratamento médico de emergência. Porém, se os espasmos se tornam crônicos, o problema pode estar relacionado à uma desordem no sistema nervoso. Esta condição é incomum e deve ser diagnosticada e tratada imediatamente por um oftalmologista.